XI CIEFMH e XVII SPEF
XI Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana e XVII Simpósio Paulista de Educação Física

Megaeventos no Brasil: Legado para a Educação Física?

Rio Claro - São Paulo de 19 a 22 de junho de 2019

O XI CIEFMH e XVII SPEF, acontecerá em Rio Claro - São Paulo de 19 a 22 de junho de 2019

XI Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana e XVII Simpósio Paulista de Educação Física

Megaeventos no Brasil: Legado para a Educação Física?

XI CIEFMH e XVII SPEF

Conheça mais sobre o evento

O Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana (CIEFMH) e o Simpósio Paulista de Educação Física (SPEF) são eventos científicos realizados pelo Departamento de Educação Física (DEF), Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista, UNESP/Campus de Rio Claro. A realização sucessiva e ininterrupta destes eventos é uma referência na área de Educação Física, propiciando ampla discussão de questões interdisciplinares sobre o ser humano em movimento. O compromisso do corpo docente e discente com as atividades científica e profissional levou o DEF a criar em 1987 o Simpósio Paulista de Educação Física, o qual se tornou tradição no calendário das atividades acadêmicas e profissionais do país. Este evento construiu sua reputação e prestígio não só no estado de São Paulo, mas também nas demais regiões brasileiras e exterior. Em 1999, foi criado o Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana com o propósito de oferecer visibilidade e intercâmbio internacional às atividades científicas e profissionais da educação física e áreas de estudo do movimento humano. Os CIEFMH e SPEF possuem regimento próprio, devidamente aprovado pelo Conselho do Departamento de Educação Física.

         Ambos os eventos são organizados a cada dois anos e contam com a presença de pesquisadores nacionais e internacionais, tanto profissionais como estudantes de pós-graduação e graduação da área. Possuem como objetivo geral divulgar e discutir os recentes avanços científicos e/ou tecnológicos da área de educação física e motricidade humana e áreas correlatas envolvendo a participação de professores universitários, alunos de graduação e pós-graduação e profissionais de educação física e áreas afins, através de palestras, mesas redondas, encontros, e participação com apresentação em sessões de temas livres e pôsteres. Além disso, os trabalhos submetidos e aprovados serão publicados na Revista de Educação Física Motriz, periódico científico trimestral arbitrado e indexado, publicado pelo Departamento de Educação Física. De 1987 até 2015, quando foi realizado o IX CIEFMH e XV SPEF, houve um aumento de 15 vezes o volume inicial de trabalhos de relatos de pesquisa aceitos. Entre os participantes em geral houve um aumento de 250 pessoas em 1987 para uma média de 800 pessoas nas últimas edições. Grande parte dos participantes mantém a tradição, iniciada em 1987, de continuar retornando a Rio Claro. Considerando a necessidade, premente e desejável, de implementação de cooperações entre grupos, nacionais e internacionais, para o avanço e produção de conhecimento de qualidade, o X CIEFMH e XVI SPEF passa a desempenhar papel crucial, propiciando oportunidade de dar visibilidade aos trabalhos, temas, procedimentos, avanços e produção científica em torno do escopo da área de Motricidade Humana. Tal importância é reforçada pois o CIEFMH e o SPEF sempre tiveram um alcance internacional através da participação de palestrantes de outros países que, por sua vez, dividem a experiência e conhecimento da realidade brasileira com seus conterrâneos. Possibilitam, ainda, o início ou aprofundamento de cooperações para receber ou enviar alunos para treinamento nos respectivos laboratórios. Finalmente, o ambiente do CIEFMH e SPEF é uma inspiração para futuros pesquisadores, tais como alunos de pós-graduação, alunos de iniciação científica e alunos de graduação, que trocam ideias com alunos de outros locais e Instituições e com profissionais da área, de forma geral. Tal ocorrência é desejável e implementada, criando um espaço de participação direta tanto de alunos como de pesquisadores envolvidos nos mais variados Programas de Pós-graduação e de Laboratórios de Pesquisa, propiciando aprendizado decorrente do contato com os pares e com personalidades acadêmicas do cenário nacional e internacional. A produção dos Programas de Pós-graduação é certamente absorvida e registrada formalmente em congressos, e o CIEFMH e SPEF, dada a sua relevância, é uma destas oportunidades. O evento também abre perspectivas para a pesquisa aplicada e o entendimento das necessidades profissionais, o que aumenta a chance de desenvolvimento tecnológico, de métodos e procedimentos, assim como validação de pressupostos teóricos segundo uma realidade discutida com a comunidade de profissionais.

Você sabe o que vai acontecer no XI CIEFMH e XVII SPEF?
 

Antecipamos um pouco das atividades que estão planejadas para o  XI CIEFMH e XVII SPEF. Vamos conferir?

Palestras

A organização do  XI CIEFMH e XVII SPEF está  fazendo contato com pesquisadores e instituições que desenvolvem  pesquisas relevantes e inéditas. Teremos debates emergentes e necessários

ATIVIDADES

Ao submeter  uma atividade em um evento acadêmico, você tem a oportunidade de enriquecer seu curículo e conhecer pessoas de várias instituições.  Vamos nos animar?

Publicação

No  XI CIEFMH e XVII SPEF você tem a oportunidade de  apresentar e publicar sua pesquisa em anais. Enriqueça seu currículo e interaja com pessoas que pesquisam temas próximos aos seus!

1000

Público (estimado)

500

Trabalhos submetidos (estimado)

50

Palestras e cursos (estimado)

70

Convidados (estimado)

Você já conhece Rio Claro - SP?

Foi na "Cidade Azul" que o eucalipto foi introduzido no Brasil. A cidade também tem tradição com a exposição nacional de Orquídeas, que através do Círculo dos Orquidófilos Rioclarenses, tem recebido muitos prêmios e o reconhecido nacionalmente.

Cidade

Rio Claro, localizada a 175 km de São Paulo é conhecida como a "Cidade Azul", em analogia ao céu rio-clarense que na maioria dos dias apresenta grande nitidez e a cor azul. Oferece boas opções de turismo e de lazer, como por exemplo, visita a monumentos bem conservados do século 19, como o museu Theodor Kölle, construído por volta de 1865, Centro de Estudos da Imigração Alemã na Região de Rio Claro, a Estação Ferroviária, inaugurada em 1910 e hoje desativada, e que tem seu prédio tombado, é considerado um marco arquitetônico da cidade e o Gabinete de Leitura, de 1890, que abriga vasto acervo de obras raras. E têm em seus registros, visitas ilustres como a da comitiva do Imperador D. Pedro II.
Outra atração na cidade é a Usina Hidrelétrica de Corumbataí, de 1895, considerada a mais antiga do estado. Para curtir a natureza, Rio Claro abriga uma floresta, com mais de 2 milhões de hectares, e o lago Azul, bom para caminhadas. Foi em Rio Claro que o eucalipto foi introduzido no Brasil, através do Engenheiro Florestal Edmundo Navarro de Andrade, no Horto da Cia. O engenheiro teve sua residência no Horto e fez do local centro de diversas pesquisas sobre o eucalipto, onde foram arquivados os resultados de seus trabalhos, dando origem ao Museu do Eucalipto em 1916.
São várias as opções de roteiros históricos em Rio Claro, a exemplo também do Jardim Público  com suas características paisagísticas, que lhe conferem um aspecto de bosque, tornando-o um local agradável, com pontos pitorescos como o coreto, o recanto da saudade, o anjo da concórdia, Diana a caçadora, o Índio e muitos outros monumentos históricos, a sua maioria foram criados pelo artista Vilmo Rosada.
Rio Claro e as cidades de Santa Gertrudes, Limeira, Cordeirópolis, Ipeúna, Piracicaba e Iracemápolis formam o maior polo cerâmico das Américas em produção e o segundo maior do mundo, de acordo com a Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (Aspacer).
Com relação a programação turística anual, a cidade se destaca em vários aspectos, a exemplo da Festa Aviatória de Rio Claro, realizada no aeroclube municipal, instalado no perímetro urbano do município, e que tornou-se uma das atividades mais associadas ao aniversário da cidade, por conta do município ser conhecido como "Cidade Azul" em analogia ao céu, sua nitidez e a cor azul. A Festa Aviatória tem a participação de paraquedistas e acrobatas aéreos, mas o ponto alto é a presença da Esquadrilha da Fumaça, grupo de aviões da Força Aérea Brasileira que se apresenta pelo país desde 1952 e tem mais de 2600 demonstrações realizadas no Brasil e no exterior.
Rio Claro também é conhecida como a capital da alegria, pela sua tradição e pela beleza do seu Carnaval do Interior. E tem na sua história artística e cultural, filhos ilustres como a cantora Dalva de Oliveira, uma intérprete de música popular brasileira, cuja extensão de sua voz, que ia do contralto ao soprano, marcou época dos anos 40 e 50, e que está homenageada com uma praça que leva o seu nome e que tornou-se local muito frequentado pelas famílias Rioclarenses, que se encontram todo domingo às 18h para assistirem a muitos shows e aproveitar a boa música.
Outro filho ilustre da cidade de Rio Claro é Ulysses Guimarães, político que liderou novas campanhas pela redemocratização, como as eleições diretas. E exerceu a presidência da Câmara dos Deputados em três períodos, presidindo a Assembleia Nacional Constituinte, em 1987-1988.

Local do evento

Instituto de Biociências - Universidade Estadual Paulista - Campus de Rio Claro

O Campus da UNESP de Rio Claro em São Paulo, com origem na Faculdade de Filosofia Ciências e Letras, criada pelo Governo do Estado em 1958, compreende, hoje, o Instituto de Biociências (IB), o Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) e o Centro de Estudos Ambientais (CEA), instalados todos no bairro Bela Vista, onde também estão alocados prédios de Departamentos, Unidades Auxiliares, Biblioteca, Setor de Informática, Centro de Convivência Infantil, Moradia Estudantil, Restaurante Universitário, Museus e a Associação de Servidores, tudo cercado por uma imensa área verde.

Instituto de Biociências - Rio Claro 
O Instituto de Biociências está instalado em uma área de 54 alqueires, a qual divide-se entre bosques, prédios dos departamentos e dos centros. Dispõe de toda infra-estrutura necessária para oferecer seus cursos aos mais de 1200 alunos entre graduação e pós-graduação.

Endereço: Avenida 24-A, 1515, Bela Vista, CEP: 13506-900, Rio Claro - SP

Outras informações (SITE): http://www.ib.rc.unesp.br/

A cerimônia e conferência de abertura ocorrerão no Centro Cultural Roberto Palmari (Lago Azul), Rua 2, 2880.
 

XI Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana e XVII Simpósio Paulista de Educação Física

Megaeventos no Brasil: Legado para a Educação Física?